Imagem Câmara  realiza sessão Especial do Dia da Mulher - Prêmio Mulher Cidadã Loreta Valadares

Câmara realiza sessão Especial do Dia da Mulher - Prêmio Mulher Cidadã Loreta Valadares

Câmara Municipal de Vitória da ConquistaVereadoresSessão EspecialDiploma Mulher-Cidadã Loreta Valadares

08/03/2024 11:30:00


A celebração do Dia da Mulher ocorreu nesta manhã de sexta-feira, 8 de março, na Câmara Municipal de Vitória da Conquista, durante uma sessão solene. Na oportunidade, foi concedido o Diploma Mulher Cidadã Loreta Valadares, instituído em 2005 pela Resolução nº 41/2005, como forma de homenagear mulheres que tenham desempenhado um papel significativo na defesa dos direitos das mulheres e nas questões de gênero na cidade.

No ano de 2024, as mulheres homenageadas, cujos trabalhos foram reconhecidos, incluem: Ivanete Oliveira Santos, Luci Freire Gusmão, Andreia Santos De Araújo, Sâmala Silva Santos, Lucicleide Silva Cunha, Juscimara Santos Almeida. Elas foram destacadas em virtude do Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março.

As mulheres querem viver - A vereadora Márcia Viviane (PT) iniciou seu pronunciamento falando sobre a Marcha das Mulheres, que tem como tema ‘Mulheres Vivas pela democracia’ e ressaltou a luta de todas as mulheres trabalhadoras. Contou que a cada 4 horas uma mulher é vítima de algum tipo de violência. “Infelizmente, em 2023 tivemos um recorde de morte de mulheres”. Afirmou que as mulheres querem continuar vivas em qualquer espaço e lembrou que 2024 é um ano de eleição e que é preciso aumentar o número de mulheres no legislativo municipal.  Finalizou falando sobre solidariedade: “Mulheres estão vendo seus filhos morrerem com fome, ontem eu vi uma matéria de bebês que estão morrendo porque as ajudas humanitárias não conseguem chegar. Como mulheres não vamos nos calar diante dessa situação”.

Mulheres querem mais - A vereadora Lúcia Rocha (MDB) destacou que as mulheres gostam de receber o carinho e reconhecimento naturais de todo 8 de março. Rocha ponderou, no entanto, que as mulheres desejam muito mais. “O que queremos de fato é respeito, liberdade, igualdade salarial, segurança, direito à saúde e mais mulheres nos espaços de poder”, apontou ela. Ainda em seu pronunciamento, a vereadora cobrou a implantação do Hospital da Mulher, da Casa Rosa e de políticas públicas que assegurem e melhorem as condições de vida das mulheres. “Esse Dia Internacional da Mulher, é de extrema importância para evidenciar a mulher e para que a sociedade reflita acerca do seu importantíssimo papel perante ela”, disse a parlamentar.

Comemorar os avanços e lutar por uma equidade de fato - A presidente da Comissão da Mulher e da Mulher Advogada da OAB de Vitória da Conquista, Sâmala Silva Santos, destacou a importância de políticas públicas para construção de uma sociedade mais igualitária e justa.  “Quais políticas públicas têm sido debatidas nesta Casa em direção aos interesses das mulheres? Elas sinalizam demandas como acesso ao trabalho digno, aumento no número de vagas no ensino infantil para seus filhos, segurança contra violência doméstica e patrimonial”, afirmou. Elencando desafios enfrentados pelas mulheres, a advogada cobrou mais uma vez a atenção do Poder Público para esse contexto. “O que vocês têm de proposta para essas mulheres para que elas consigam romper esse ciclo de violência física e patrimonial? Nesse 8 de março temos que comemorar os avanços e lutar por uma equidade de fato”, concluiu.

A importância de políticas públicas voltadas às mulheres - Representando o Conselho da Mulher e o Fórum de Mulheres de Vitória da Conquista, a professora Maria Otília Soares salienta a importância de políticas públicas voltadas às mulheres, principalmente no campo da educação, saúde, cultura, esporte e da segurança. “Na política, somos minoria em todos os espaços. Isso não é porque não temos capacidade para exercer qualquer cargo, é porque falta que os partidos políticos apliquem na formação e nas condições para que as mulheres tenham interesse em participar”, observa Maria Otília. A professora finaliza sua fala reforçando que é preciso caminhar em busca da igualdade social entre todos, e do respeito para todas as pessoas independente da sua condição. 

Dia de rememorar e refletir a luta histórica de mulheres – A Senhora Edenísia Fraga Correia falou da importância do 08 de março, “não é um dia simplista de comemoração a mulher mais o dia para rememorar e refletir a luta histórica de mulheres que tiveram suas vidas ceifadas ao reivindicarem melhores condições de trabalho”, disse ela, lembrando do desafio de ser mulher ainda nos tempos de hoje, e com a mesma jornada de trabalho, a mulher ainda ganha 22% menos que os homens, e que tal diferença não se resume ao campo profissional, mas também as mais diversas vertentes da sociedade, “ocupamos apenas 37,4 % dos cargos gerenciais e gastamos o dobro do tempo, que os homens, cuidando de pessoas e dos afazeres domésticos, mas a desigualdade vai muito além, somos vítimas do machismo, da misoginia”, lembrou ela das diversas formas de violências sofridas pelas mulheres, e conclamou as mulheres a perseverarem na luta, com coragem e em busca de direitos, “precisamos ocupar os espaços da sociedade” disse, e finalizou parabenizando  a casa legislativa pela aprovação do Título Loreta Valadares, que é símbolo de resistência.

Mulheres da família Gusmão fortes - Dona Luci Gusmão começou agradecendo todas as mulheres da sua família e fazendo um testemunho pessoal de minha vida. Lembrou da sua avó e sua mãe. “Mulheres que fizeram a história, são meu testemunho como criança, como filha, que eu tenho agregando na minha vida pessoal também, tenho a minha sogra, uma mulher extraordinária e para minha surpresa para nossa surpresa quando chegamos em Conquista a fama da família era grande, mas para nossa surpresa as mulheres da família Gusmão são fortes”, falou. Relatou a sua participação na Igreja Nova Sião onde teve a oportunidade de trabalhar com muitas mulheres necessitadas. “Mulheres que precisavam de atendimento espiritual e ali o senhor me abençoou muitíssimo como tem abençoado até hoje”, disse.  Relatou um pouco do seu trabalho em diversas localidades, inclusive na zona rural em prol das mulheres e contou um pouco da sua vivencia com as mulheres necessitadas.

Violência ainda é muito grande - A delegada responsável pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), Dra. Cristhie Correia, apontou que os números relacionados à violência contra a mulher ainda são muito altos. “Nossas mulheres continuam sendo agredidas e mortas. No ano de 2023 tivemos em Vitória da Conquista mais de 2.200 registros de Boletim de Ocorrência em que a mulher foi vítima de violência doméstico familiar. Encaminhamos para a Justiça mais de 1.100 medidas protetivas de ocorrência para resguardar nossas mulheres”, contabilizou.  “Ontem foi o dia de luto nacional pelas vítimas da violência doméstica. Temos que transformar esse luto em luta”, complementou ela.

Misoginia na política - A secretaria municipal de Governo, Jeane Oliveira, participou da solenidade representando prefeita Sheila Lemos. Ela destacou a misoginia presente nos espaços políticos. “A presença de misoginia na política brasileira é um reflexo de uma sociedade marcada por desigualdades de gênero profundas. Desde comentários sexistas até a falta de representação feminina nos espaços de poder, a misoginia se manifesta de diversas formas, minando a participação e a voz das mulheres na esfera política”, destacou. Nesse sentido, Jeane elencou algumas ações que o Governo Municipal tem adotado para fortalecer o protagonismo da mulher na vida pública. “A prefeita Sheila Lemos criou a primeira Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, assinou o decreto que combate o assédio em todos os setores público do município e projeta agora o Centro de Referência à Saúde da Mulher. A prefeita sabe que a mulher une a razão e a emoção e por isso sabe governar no detalhe”, pontuou. Ela encerrou sua participação destacando a contribuição da sua bisavó, Dona Eufrosina Maria de Oliveira Freitas, que ajudou na criação da Santa Casa de Vitória da Conquista. “Infelizmente, não deram a ela o protagonismo que exerceu no desenvolvimento da cidade”, lamentou.

Ativistas Sociais Clamam por Maior Presença Feminina na Prefeitura e na Câmara de Vereadores - Durante a Sessão, foi aberto um espaço para a Marcha das Mulheres poder se manifestar. A ativista Keu Souza fala sobre o manifesto entregue pela Marcha, que reivindica a garantia de existência das mulheres e o seu bem viver. “Precisamos de uma Prefeitura e de uma Câmara de Vereadores que tenha a representatividade em todos os sentidos da diversidade e da pluralidade feminina”, reforça Keu. A ativista observa que a representatividade só vai ser completa quando tiver uma política que pensa na vida das mulheres.

Lutas e conquistas ao longo de uma história – Hermínio Oliveira, presidente da casa, parabenizou todas as mulheres nesta data histórica que as homenageiam pela força, coragem e ao mesmo tempo sensibilidade para administrar a vida cotidiana, o trabalho, o cuidado com a família e com o próximo. “O dia Internacional da mulher nos conclama a aplaudi-las por tantas lutas e conquistas ao longo de uma história, é cada vez mais expressiva a atuação da mulher na família e no mundo do trabalho, ciência, educação, na política e na igreja”, disse ele, reconhecendo a importância da Mulher como pilar que sustenta a sociedade. Hermínio lembrou que a data também serve para denunciar situações de supressão dos direitos femininos, de violência, discriminação e desrespeito com a mulher. E finalizou desejando a todas as mulheres um 08 de Março de concretização e garantia de seus direitos.

Acesso à saúde - O vereador Dr. Augusto Cândido (PSDB) destacou que as mulheres tem tido dificuldades em ter o acesso integral à saúde pública. “As mulheres grávidas não conseguem fazer as ultrassonografias durante a assistência básica. Elas estão fazendo mais pela via particular”, contou. “Precisamos fortalecer o atendimento às mulheres como um todo”, cobrou Cândido.

Desafios a serem superados - O líder da Bancada de Oposição, vereador Valdemir Dias (PT), parabenizou a realização da V Marcha das Mulheres de Vitoria da Conquista. “Hoje é dia de comemorar os avanços e enfatizar a necessidade de reflexão sobre os desafios a serem superados numa sociedade patriarcal como a nossa. Precisamos lutar por políticas públicas e fiscalizar a garantia de todas elas”, afirmou. O vereador lamentou as estatísticas de violência contra mulheres no Brasil.  “A cada seis horas, um feminicídio é registrado no país. O que podemos fazer? O que precisa ser feito para superar essa não liberdade?”, questionou.

Alegria de homenagear mulheres - Em seu pronunciamento, o parlamentar Fernando Vasconcelos (PT) destaca a importância da Sessão Especial em homenagem às mulheres. O vereador fala sobre a expectativa de recebimento da homenagem com a entrega do Diploma Mulher Cidadã Loreta Valadares. “Hoje abrem-se as portas para a discussão, para os movimentos sociais, que essa casa é a Casa do Povo e tem na sua representação homens e mulheres”, assegura o edil. Fernando finaliza sua fala destacando a alegria de poder fazer parte, ao longo desses anos, dessas importantes lutas e homenagens.

A importância da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres – O Vereador Luís Carlos Dudé, líder da bancada de situação, destacou a criação da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres, com a finalidade de promover os direitos das mulheres, na sociedade, na política, na economia, e na cultura. “Irma foi vice-prefeita e depois a primeira mulher a sentar ali naquela cadeira, e a cidade entendeu o recado”, disse ele, fazendo memória do projeto que levou a cidade de Vitória da Conquista a ter a primeira mulher prefeita, “ uma mulher guerreira e que não mediu esforços para sentar e criar a primeira secretaria para as mulheres, era um sonho que se tornou real porque tem uma mulher na prefeitura de Vitória da Conquista”, disse, e falou também da construção do Hospital da Mulher na cidade, um equipamento essencial para garantir melhor assistência à saúde da mulher. Dudé também falou da importância da participação da mulher no legislativo conquistense, e a falta de mais mulheres no debate realizado na casa cotidianamente.

Homenageadas com o Diploma Mulher Cidadã Loreta Valadares: 

Homenageada: Ivanete Oliveira Santos - Vereador: Herminio Oliveira
Homenageada: Lucicleide Silva Cunha Oliveira - Vereador: Ricardo Babão
Homenageada: Luci Freire Gusmão - Vereador: Edjaime Rosa - Bibia
Homenageada: Jucimara Santos Almeida - Vereador: Alexandre Xandó
Homenageada: Samala Silva Santos - Vereadora: Marcia Viviane
Homenageada: Andreia Santos de Araújo - Vereador: Luciano Gomes

 

Homenageadas com o certificado Dia Internacional da Mulher:  

 

Homenageada: Elzita Gonçalves Oliveira - Vereador: Alexandre Xandó
Homenageada: Daysy Duarte Dias - Vereador: Herminio Oliveira
Homenageada: Elmara Pereira de Souza - Vereador: Valdemir Dias
Homenageada: Drª Edney Nascimento Matos - Vereador: Dr. Augusto Cândido
Homenageada: Alessandra Moura Silva - Vereador: Del. Marcus Vinicius
Homenageada: Amélia Ribeiro Soares - Vereador: Luis Carlos Dudé
Homenageada: Dilza Neta Dantas Garcia - Vereador: Adinilson Pereira
Homenageada: Isadora Dias Adelar Neves - Vereadora: Lúcia Rocha
Homenageada: Maria Âurea Moreira Reis - Vereador: Fernando Jacaré
Homenageada: Maria das Graças Lima Martins - Vereador: Edivaldo Ferreira Jr.
Homenageada: Maria Lúcia de Sousa Carvalho - Vereador: Nildo Freitas
Homenageada: Maria Luiza Silva Figueirêdo - Vereador: Chico Estrella

 

 

Homenageada: Rita de Cássia Fernandes de Oliveira - Vereador: Subtenente Muniz
Homenageada: Marli Mendonça de Carvalho - Vereador: Edjaime Rosa - Bibia
Homenageada: Valéria Tupy - Vereador: Dinho dos Campinhos
Homenageada: Ana Maria da Silva - Vereador: Nelson de Vivi
Marcha das Mulheres
Entrega da Pauta - Marcha das Mulheres

 



Prestação de Contas Anual
Acesse o Prestação de Contas
  Live Offline
Rádio Câmara 90.3
Rádio Câmara 90.3
Facebook
Calendário

Abril 2024
12

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30