Logo da Câmara de Vitória da Conquista
Imagem Xandó denuncia prefeitura por corte de recursos na cultura e descaso com posto de saúde

Xandó denuncia prefeitura por corte de recursos na cultura e descaso com posto de saúde

Câmara Municipal de Vitória da ConquistaSessão OrdináriaNotíciaPTAlexandre Xandó

27/04/2022 10:55:00


Na sessão da Câmara Municipal desta quarta-feira, 27, o vereador Alexandre Xandó (PT) se solidarizou com os trabalhadores da educação municipal que protestaram na Câmara, exigindo o pagamento do reajuste do Fundeb. Ele cobrou uma posição da Prefeitura Municipal.

Corte de verbas – Em sua fala, o vereador denunciou a prefeitura por um corte de R$ 2 milhões no orçamento da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer e mais de R$ 500 mil na pasta do Meio Ambiente. Ele explicou que os recursos da cultura seriam destinados à aquisição de equipamentos, material permanente e de consumo, premiações culturais, artísticas, científicas e desportivas, além de obras e instalações.

Xandó criticou o remanejamento de recursos e destacou que quadras esportivas estão danificadas, sem refletores, com alambrados quebrados, e o Teatro Carlos Jehovah, palco de produções locais, está fechado por falta de reforma.

De acordo com o vereador, a prefeita Sheila Lemos (UB) remanejou R$ 7 milhões do orçamento público para a Secretaria de Mobilidade Urbana. Ele avalia que o valor deve ser destinado à manutenção dos contratos da prefeitura com empresas de ônibus e afirmou que o transporte público é “um saco sem fundo”. Xandó frisou que a gestão municipal renovou por mais seis meses contrato com uma empresa e sugeriu a instalação de uma CPI na Câmara para investigar a situação do transporte coletivo.

Posto de saúde abandonado – O vereador também alertou para a situação do posto de saúde do bairro Morada dos Pássaros. A unidade sofreu uma tentativa de furto nessa terça-feira, 26, e uma tentativa de roubo em outra ocasião. “A gente clama por segurança no bairro”, disse. Ele explicou que, no início deste ano, os moradores doaram uma câmera de segurança ao posto, mas a prefeitura não fez a instalação até o momento.

Xandó relatou que já aconteceu reuniões com a Polícia Militar desde o ano passado, nas quais foram solicitadas rondas no bairro, mas a prefeitura não toma as providências que deveria. Ele explicou que o banheiro do posto está quebrado e faltam medicamentos como amoxicilina, antibiótico, antialérgicos e anticoncepcional. Além disso, uma servidora passou mal, com pressão alta em decorrência do estresse pós-traumático, mas não recebeu acolhimento da prefeitura.

  

 



Prestação de Contas Anual
Acesse o Prestação de Contas
  Live Offline
Rádio Câmara 90.3
Rádio Câmara 90.3
Facebook
Calendário

Janeiro 2023
0

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31