Logo da Câmara de Vitória da Conquista
Imagem Dia da Bíblia é celebrado pela Câmara de Vereadores

Dia da Bíblia é celebrado pela Câmara de Vereadores

Câmara de Vitória da ConquistaAudiência PúblicaNotíciaAdinilson PereiraAlexandre Xandó Chico EstrellaNildo FreitasOrlando FilhoSubtenente Muniz

13/12/2021 22:22:00


A Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) promoveu nesta segunda-feira, 13, uma audiência pública para celebrar o Dia da Bíblia, que é comemorado nacionalmente no segundo domingo de dezembro. Proposto pelo vereador Orlando Filho (PRTB), a audiência contou com a participação de representantes religiosos e vereadores.

Emenda para construção de memorial e Troféu Irmão Lázaro - Durante a audiência pública, o vereador proponente falou da importância de celebrar a data e trazer a real palavra de Deus, no seu verdadeiro sentido. Segundo o edil, Conquista conta com mais de 105 mil evangélicos, distribuídos em mais de 800 templos religiosos. O vereador também falou sobre a indicação de R$ 40 mil reais em emenda do seu mandato para a construção de um memorial da Bíblia, além de citar uma lei que está em andamento para premiar os músicos cristãos do município com o Troféu Irmão Lázaro.  

“Lâmpada para os meus pés é tua palavra e luz, para o meu caminho” - O presbítero Erivelton Correia, da Igreja Assembleia de Deus Perus parabenizou a Câmara de Vereadores por essa iniciativa e destacou a capacidade de transformação social que tem a Bíblia Sagrada. “Eu sou a prova dessa transformação. A Bíblia mudou a minha vida e toda minha perspectiva”, afirmou o presbítero. Nesse contexto, citou o Salmo 119, que trata em seus versículos da seguinte mensagem: “Pelos teus mandamentos, alcancei entendimento; pelo que aborreço todo falso caminho. Lâmpada para os meus pés é tua palavra e luz, para o meu caminho”. Erivelton destacou também os monumentos que existem em Vitória da Conquista e que fazem referência à Bíblia. “Isso traz bençãos para a nossa cidade e promove prosperidade entre nós”, finalizou.

Palavra de Deus como princípio - A diretora do Colégio Pedagógico Atitude, Maralea Andrade, iniciou o discurso compartilhando um verso da Bíblia com os presentes no plenário. Segundo ela, o colégio que iniciará as atividades em Vitória da Conquista no próximo ano, será uma escola com princípios cristãos, e, a Bíblia será o principal item na rotina escolar. Ainda de acordo com Andrade, ensinar os alunos segundo as escrituras sagradas será a missão do Colégio Pedagógico Atitude, e a palavra de Deus não ficará restrita às aulas de religião. “A palavra de Deus pode permear todas as disciplinas, e, pode sim, ser impregnada no coração dos nossos alunos”, afirmou.

Toda a Escritura é inspirada por Deus - O pastor da Igreja Batista Salém, Israel Silva, destacou a Bíblia como palavra inspirada por Deus e instrumento, de correção e instrução na justiça, para preparar o homem para a boa obra. Neste sentido, ele fez referência do texto registrado em II Timóteo 3:16-17.  “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra”, declarou o pastor. Israel ressaltou ainda a Palavra de Deus como lâmpada para uma vida em trevas e ressaltou a importância de praticar todo esse conhecimento, e sabedoria, obtido por meio desses ensinamentos. “A Bíblia traz uma palavra viva, eficaz e com poder de adentrar em lugares onde o homem, e sua ciência, não são capazes de alcançar”, afirmou. O pastor encerrou o pronunciamento lamentando a insistência da humanidade em querer negar essa palavra. “A humanidade tem sofrido porque insiste em se livrar dessa palavra que nos permite conhecer melhor o Criador”, pontuou o pastor Israel Silva.

Importância das religiões e religiosidades - Durante a audiência pública, o vereador Alexandre Xandó (PT) fez algumas reflexões sobre o Estado laico, falando que a laicidade respeita todas as religiões e as pessoas que também não professam nenhuma fé. O edil ainda trouxe para a discussão a importância das religiões e religiosidades durante a pandemia, porque, segundo ele, a fé também ajudou nesse período difícil, e a casa legislativa de Vitória da Conquista votou a favor da liberação de cultos religiosos, como atividade essencial. Para Xandó, a Bíblia é um instrumento de força, autoajuda e resgate, e apesar de não seguir nenhuma religião, acredita na escritura sagrada.

O edil também parabenizou os vereadores evangélicos que estão presentes na audiência e falou sobre a importância das religiões para os projetos sociais e das igrejas que estão dentro das periferias cumprindo um papel importante. Para finalizar, pautou a diversidade de religiões que são acolhidas pela Câmara Municipal, citando a sessão especial pelo Dia da Consciência Negra e a oração Iorubá.

Historicidade da Bíblia - Representando a Igreja Verbo da Vida, o pastor Paulo Bahia apresentou um discurso que tratou sobre o significado e a historicidade da Bíblia. Ele destacou a criação do Dia da Bíblia, comemorada desde 1549, quando foi instituída na Grã-Bretanha pelo Bispo Cranmer.

“O Dia da Bíblia é um dia especial, e foi criado para que a população intercedesse em favor da leitura da Bíblia. No Brasil a data começou a ser celebrada em 1850, quando chegaram da Europa e EUA os primeiros missionários evangélicos”, informou Paulo Bahia. Nesse sentido, ainda enfatizou a importância desses fatos históricos para compreensão de uma fé que não se permite ser cega. “Os fatos históricos demonstram que os relatos e os ensinos bíblicos são de origem divina. A Bíblia contém uma revelação divina. Não se trata de uma fé cega, calcada no subjetivismo. Trata-se de uma fé objetiva que pode ser analisada e explicada”, afirmou.

Falando da capacidade de transformação social da Bíblia, o pastor Paulo lembrou que “esse livro é o único que pode ser lido e interpretado, tendo o autor morando dentro de nós”. Nesse sentido, ele ressaltou a importância do senso crítico na interpretação desse texto. “Eu creio que a intenção divina não mudou. Se o objetivo for ter uma jornada mais feliz e uma vida mais relevante, não precisamos ter a bíblia por perto, mas dentro de nós”, lembrou. 

A palavra é essencial para a vida - Durante a audiência pública, o vereador Adinilson Pereira (MDB), que segue a vida cristã desde 1983, falou sobre a importância desta noite ao comemorar o Dia da Bíblia. Depois de parabenizar o parlamentar Orlando Filho pela audiência, Pereira disse que a palavra de Deus transforma a humanidade, e, desde que Jesus mandou os discípulos pregarem a palavra, muitas vidas foram transformadas. O vereador ainda questionou como seria este mundo sem os ensinamentos de Deus, ao concluir que a palavra é o principal para a vida. 

A Bíblia como símbolo de unidade da Igreja Cristã - O diácono Zezinho participou da Audiência Pública representando o Arcebispo Metropolitano Dom Josafá Menezes. Ele agradeceu o convite e parabenizou a iniciativa da Câmara Municipal em celebrar o Dia da Bíblia. Zezinho lembrou que há 50 anos, a Igreja Apostólica Romana elegeu o mês de setembro como o mês dedicado à Bíblia. “Foi o impulso das irmãs Paulinas”, lembrou o diácono. Ele ainda ressaltou o Livro Sagrado como um símbolo da fé cristã. “A igreja vive a palavra e convida todos os fiéis a meditarem sobre ela. É símbolo de unidade da Igreja em qualquer lugar do mundo”, afirmou.

Zezinho destacou o reconhecimento da Câmara Municipal em relação à Bíblia. “Quando essa Casa se presta a referenciar a Bíblia, aponta para caminhos de esperança. Podemos construir uma sociedade mais justa quando trilhamos o caminho do Senhor Jesus Cristo, evidenciando os seus princípios e valores”, afirmou. Ele encerrou o pronunciamento falando sobre a necessidade de representação do pensamento cristão nessa cidade. “Que cada um dos nossos vereadores possam estar cheios do Espirito Santo ao conduzir o futuro da nossa cidade, alinhando as leis àquilo que confessa a população que vocês representam”, pontuou.

Transformação - O membro da Primeira Igreja Batista de Vitória da Conquista e dos Gideões do Brasil, José Bezerra Neto, falou sobre a eficácia da Bíblia para transformar vidas e pessoas. Segundo ele, a palavra sagrada norteia as normas, leis, além de conter princípios para o crescimento moral e intelectual do homem. Bezerra ainda relatou que Jesus veio para o mundo e mudou até o calendário, e questionou qual outro ser humano fez um feito tão grande assim? Para ele, a Bíblia mostra a superioridade pelos fatos que aconteceram e ainda estão em andamento, sendo capaz de transformar a vida daqueles que a leem e aceitam Jesus.

O livro mais publicado de todos os tempos - O empresário e radialista, Paulo André, comemorou o Dia da Bíblia, afirmando que o segundo domingo de dezembro é um dia de celebrações “para agradecer a Deus pelo acesso à sua Palavra”. Paulo André ainda destacou a implantação da livraria Igospel, como um local de fomentação à leitura bíblica. Por fim, parabenizou a realização dessa Audiência Pública. “Realizar esta audiência é uma oportunidade de relembrar a todos a importância de um dos livros mais publicados e impresso na história da humanidade. Em tempos de ódio e de segregação pelas mais diversas questões, a Bíblia traz mensagens de amor por meio das boas novas pregadas por Jesus”, afirmou.

A Bíblia é eterna - Para o capelão da Escola Adventista de Vitória da Conquista, o pastor Max Santos, a Casa Legislativa do município presta uma atenção à palavra, e ele ora para que Deus abençoe os vereadores e servidores da Câmara. Santos disse que não vê a Bíblia como um livro de autoajuda, mas sim, enquanto uma carta de Deus, tem um poder libertador. “A Bíblia é mais atual que o jornal de amanhã”, afirma. O pastor também disse que o colégio adventista prioriza a palavra de Deus como centro de tudo e pautou a cidade de Conquista como um lugar cristão. Ao concluir, usou uma frase de Martinho Lutero: “a Bíblia não é antiga e nem moderna, ela é eterna”

A integridade da Palavra Sagrada - O professor de Teologia, Gláuber Souza, relembrou a historicidade da Bíblia, destacando as mudanças ocorridas ao longo desses 1500 anos, a pluralidade dos autores, e a integridade da Palavra Sagrada, apesar dos ataques a essa mensagem. Segundo ele, nem mesmo a pós modernidade conseguiu manchar a integridade da Bíblia. “Mesmo nesse período longo de escrita, não há nada que tenha afetado a integridade dessa palavra”, afirmou. E completou dizendo que “isso mostra a confiabilidade das escrituras”. Gláuber lembrou o impacto dessa palavra para as milhares de pessoas que tiveram suas vidas transformadas por meio da Bíblia. “Falamos de uma palavra que regenera e dá vida”, declarou.

Livro norteador - O Pastor Ruben Cavalcanti, representante da Comunidade Deus Vivo iniciou o discurso falando sobre o chamado de Deus para a vida do vereador Chico Estrella (PSC) e sobre como a Bíblia é um livro de princípios para nortear a vida. Segundo ele, se as pessoas seguissem as orientações do livro sagrado, a humanidade seria diferente, não haveria conflitos entre as famílias e as pessoas seriam melhores. Também disse que a Bíblia ensina a administrar a vida, lidar com a depressão, tristeza, finanças, dentre outras, mas a humanidade está menosprezando e ridicularizando essas escrituras por não conhecer a palavra. Ao finalizar, disse que a Bíblia é o livro da vida, com grande poder capacitador, transformador e que traz liberdade.

O livro da vida - O vereador Subtenente Muniz (Avante) comemorou o Dia da Bíblia enfatizando a importância da mensagem que ela contém. “Falar da Bíblia pra mim que sou leigo, é muito difícil, mas não tem como negar a relevância desse livro. Estamos tratando do livro mais lido do mundo. É como diz o apóstolo: o livro da vida”, afirmou o vereador. Muniz disse também que o dia serve para homenagem à Bíblia, “tida como regra de fé e fonte de inspiração”. Ele finalizou o pronunciamento, parabenizando o vereador Orlando Filho por essa iniciativa.

A Bíblia não é apenas um livro - Durante a audiência pública, o vereador Nildo Freitas (PSC) iniciou a fala com a leitura de um versículo bíblico, como costuma fazer em toda abertura de sessão ordinária. Para o parlamentar, o livro sagrado pode parecer comum pela capa, mas quem abre, vê que é diferente. Na Bíblia não há apenas palavras, “esses ensinamentos conduzem o homem ao arrependimento”, declara. Segundo o edil, a sua vida foi transformada desde que conheceu a palavra de Deus, e muitas coisas boas foram agregadas a sua vida. O vereador, que prega a palavra, disse estar muito feliz nesta noite de celebração e agradeceu a Deus e a todos os presentes.

O que seria de nós se não fosse a religiosidade? - O vereador Chico Estrella (PTC) falou da Bíblia como um guia para aqueles que desejam construir uma vida pautada por decisões corretas. “A palavra de Deus é a Bíblia Sagrada. O que seria de nós se não fosse a religiosidade?”, questionou.

Chico lembrou suas experiências com a Bíblia, destacando a contribuição do Colégio Sacramentinas em sua formação religiosa. O vereador revelou o sonho que tinha em ser padre e demonstrou gratidão pela vida que tem. “Deus tem um propósito na minha vida. Frequento todos os lugares que professa a Palavra de Deus, sem distinções”, afirmou, revelando ser agnóstico e enfatizando a importância de Deus na experiência terrestre.

Regeneração - Representando o vereador Marcos Vinicius (PODEMOS), o Pastor Carlos Figueiredo falou que essa audiência pública era um momento edificante para todos os presentes. Para ele, a Bíblia é um manual, uma obra literária gigantesca, além de um parâmetro de fé. Figueiredo ainda diz que a vida que Jesus oferece transcende a vida terrena e a mensagem da Bíblia não é somente de autoajuda e motivacional, ela regenera e transforma a vida. 

Moções de Aplauso

Durante a Audiência Pública foi entregue Moção de Aplauso à Associação Batista do Sudoeste da Bahia (ABASB). A honraria se deu pela caminhada realizada no dia 30 de outubro de 2021, no intuito de propagar o Evangelho a todas as pessoas em Vitória da Conquista.

A União de Jovens da Igreja Batista Bíblica também recebeu Moção de Aplauso pela Primeira Conferência Missionária Vem e Vê. O evento aconteceu de 29 a 31 de outubro de 2021, com o intuito de falar sobre Missões e propagar o Evangelho a todas as pessoas.

Os 10 anos da Igreja Verbo da Vida também foi alvo de Moção de Aplauso durante a Audiência Pública. A honraria foi entregue ao pastor presidente dessa Igreja, Paulo Bahia, que, segundo o vereador Orlando Filho, “tem em muito contribuído para a saúde social e espiritual da comunidade conquistense”.

O Ministério Percussivo Benai Elohim também foi homenageado com a Moção de Aplauso. A justificativa dessa honraria se deu pelo trabalho “ganhar almas para Cristo através da música percussiva e muito contribuído para a saúde social e espiritual da comunidade conquistense”.

Todas essas Moções de Aplauso foram propostas pelo mandato do vereador Orlando Filho, proponente dessa Audiência Pública.

 

 



Prestação de Contas Anual
Acesse o Prestação de Contas
  Live Online
Live Online

Sessao Ordinária

Rádio Câmara 90.3
Rádio Câmara 90.3
Facebook
Calendário

Novembro 2022
18

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30