Imagem Outubro Rosa é tema de Sessão Especial na Câmara

Outubro Rosa é tema de Sessão Especial na Câmara

Câmara de Vitória da ConquistaSessão EspecialNotíciaLúcia Rocha

22/10/2021 11:00:00


A Câmara Municipal de Vitória da Conquista promoveu nesta sexta-feira, 22, uma Sessão Especial para debater a importância da prevenção ao câncer de mama, doença que mais mata mulheres no Brasil. A sessão faz parte das atividades da Campanha Outubro Rosa, que visa a conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. 

A proposta da sessão foi da vereadora Lúcia Rocha (MDB) e contou com o apoio dos demais parlamentares. Participaram da sessão, médicos, representantes da Prefeitura Municipal e populares. 

É preciso facilitar o acesso das mulheres a exames preventivos – Abrindo os trabalhos da mesa, a vereadora Lúcia Rocha, proponente da Sessão Especial, ressaltou em seu discurso que o objetivo da Campanha Outubro Rosa é compartilhar informações e promover a conscientização para que o maior número de pessoas possam ter acesso ao serviço diagnóstico, o que reduziria a taxa de mortalidade. A parlamentar também afirmou a necessidade da facilidade de acesso da população feminina aos exames.
 
Outubro Rosa precisa ser todos os dias – Representando a Secretaria Municipal de Saúde, a subsecretária da pasta, Kalilly Lemos, destacou a necessidade do cuidado constante para garantir a saúde da mulher. “O Outubro Rosa precisa ser todos os dias, numa vigilância permanente que requer a atenção de todas as mulheres”, afirmou. Neste contexto, a subsecretária destacou a Feira de Saúde realizada no Centro Cultural Glauber Rocha, pontuando os serviços oferecidos à população. Kalilly Lemos parabenizou os vereadores por promoverem o debate e levantar essa bandeira de prevenção e combate ao câncer de mama.

Prevenção é o caminho mais seguro – O médico oncologista Renato Marinho falou da importância do debate sobre a saúde da mulher. Ele destacou que o conceito de saúde foi ampliado e hoje já não significa ausência de doença, mas bem-estar físico, emocional, cultural e espiritual.

O câncer de mama é o que mais atinge as mulheres no mundo, são mais de dois milhões de novos casos todos os anos e mais de 600 mil mortes em decorrência da enfermidade. No Brasil, se registra 18 mil mortes anualmente. O médico frisou que a pandemia da Covid-19 provocou redução na procura por serviços médicos. Ele avalia que haverá, nos próximos anos, um aumento de casos tardios e de mortalidade pelo câncer de mama por conta desse apagão ocorrido na pandemia.

Ele ressaltou que é fundamental buscar meios para que o diagnóstico aconteça o mais precocemente. Renato também reforçou que é preciso fazer o autoexame regularmente, manter hábitos de alimentação saudáveis e atividades físicas, além de fazer consultas e exames preventivos. 

É preciso ampliar o acesso ao rastreamento precoce – A médica mastologista Thaisa Vieira afirmou que é uma honra falar sobre esse tema no mês mais rosa do ano e reforçou que é necessário continuar com essas discussões não apenas em outubro, mas em todos os meses do ano. Thaisa destacou a importância do objetivo da campanha Outubro Rosa, que é de ampliar o acesso ao rastreamento precoce, diminuir o tempo entre a paciente receber o diagnóstico e ter acesso à cirurgia, além de proporcionar condições para que tenham um tempo hábil para um tratamento eficaz.

Conscientização é importante – Carminha da Casa do Amor, instituição que acolhe pessoas acometidas por câncer e que moram em outros municípios e fazem tratamento em Vitória da Conquista, destacou a necessidade de conscientizar e realizar os exames que possibilitam o diagnóstico precoce, aumentando as chances de cura. “Nós, em nossa limitação, nos esforçamos ao máximo para esclarecer as pessoas com quem vivemos, que não têm a cultura de correr atrás desses procedimentos para ter um bem-estar de saúde”, disse ela.

Manter o pensamento positivo – A psicóloga e ex-vereadora da cidade de Cândido Sales, Núbia de Oliveira, iniciou lembrando que o câncer tem 95% de chances de cura quando diagnosticado com antecedência e relatou sua luta contra a doença, que está enfrentando pela 3ª vez. Núbia também ressaltou que as pessoas precisam ter responsabilidade para se cuidarem e manter a fé para conseguir vencer a enfermidade. Por fim, declarou a importância do trabalho do profissional da psicologia neste momento, além do apoio de amigos e familiares.

Mulheres pobres têm mais dificuldade de acesso à saúde – A servidora da Câmara Municipal, Tânia Caíres, destacou a importância dos exames preventivos e a necessidade do poder público em garantir acessibilidade a esses cuidados a toda população. “Eu venho de um bairro periférico e lá encontramos muitas dificuldades de acesso”, denunciou. Ela criticou a falta de celeridade na realização dos exames e as consequências para as mulheres que esperam por um diagnóstico. “Eu tenho amigas que sofrem com essa espera, sem ter um diagnóstico definido para os problemas que elas enfrentam”, lamentou. Tânia encerrou sua participação reivindicando maiores investimentos na Rede de Atenção Básica para fortalecer o serviço e democratizar o acesso à saúde.



  Live Offline
Rádio Web Câmara
Facebook
Calendário

Novembro 2021
15

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30