Imagem Vereadores ressaltam necessidade de investimentos na cultura local

Vereadores ressaltam necessidade de investimentos na cultura local

Câmara de Vitória da ConquistaSessão SoleneNotíciaLuis Carlos DudéValdemir DiasEdjaime Rosa - BibiaDanillo Kiribamba

13/03/2020 13:46:00


Na sessão especial realizada na manhã desta sexta-feira, 13, em homenagem ao Dia Municipal da Cultura, prevista na Lei Municipal 1367/2006, os vereadores aproveitaram para cobrar mais investimentos na cultura local e parabenizar àqueles que colaboraram e contribuem para que Vitória da Conquista se destaque como celeiro cultural.

Alvo de ataques, cultura precisa de investimentos - O vereador Valdemir Dias (PT) destacou que a cultura tem sido alvo de ataques pelo Governo Federal. “O principal gestor do nosso país acabou com o Ministério da Cultura. Isso demonstra o valor que o executivo maior desse país tem dado à cultura nacional, com a redução de investimentos”, disse Dias.

O parlamentar lembrou ainda que Vitória da Conquista é uma cidade repleta de produtores culturais. “Vitória da Conquista é um celeiro que exporta cultura, um celeiro de criação, de artistas que aqui produzem”, apontou. “Precisamos cada vez mais investir em políticas públicas. Que possamos ter gestores sensíveis à cultura, ao incentivo à cultura”, completou ele, cobrando maior efetividade de investimento que fomentem a produção e distribuição cultural em nosso município.

Cultura popular precisa de mais apoio – O vereador Edjaime Rosa Bibia (MDB) representou a Bancada de Situação. Ele destacou as festas populares existentes no município, como o São João e os Ternos de Reis. De acordo com Bibia, as festas juninas já chegaram a acontecer em praticamente todos os bairros. Para ele, é necessário ampliar o incentivo a esse tipo de atividade cultural e a divulgação, sobretudo entre os jovens.

A cultura é uma pasta pobre - O vereador Danilo Kiribamba (PCdoB), presidente da Comissão de Cultura e Esportes da Câmara, fez o uso da tribuna e pediu desculpas publicamente por não estar tão presente no Conselho Municipal de Cultura, mas ressaltou que já esteve como gerente de cultura de Vitória da Conquista e considerou ser uma pasta pobre no poder público, recebendo apenas 0,5% do orçamento municipal.

Ainda, segundo Kiribamba, o vereador disse que a cultura quase não tem representatividade, nem no município e nem no governo federal, com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). “Os principais países têm a cultura como prioridade, assim como a música e o esporte, mas no Brasil não”, afirmou.

Luta por mais investimentos – O Líder do Governo na Casa do Povo, o vereador Luís Carlos Dudé (PTB), lembrou que o “orçamento do município é pequeno para o tamanho da cidade. As pessoas acham que o orçamento é muito, mas não é nada para o tamanho da cidade”, e lembrou que é importante um maior investimento na cultura: “Nos chamou a atenção o orçamento para a cultua que era de 0,5%. Pergunto, onde chegaremos com isso? E nossa exigência, da comissão, acatada por todos, era que saísse de meio para 1%, queríamos 2%, mas não conseguimos. Vamos buscar mais um pedaço esse ano”, afirmou. Ele pediu mais espaços culturais e investimentos na cultura. “Temos que unificar os governos para investir na cultura. Não podemos deixar para trás a cultura afro porque somos todos afro-descendentes”, concluiu.






Rádio Web Câmara
Facebook
Calendário

Abril 2020
11

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30