Imagem Câmara entrega Medalha Mérito Cultural Glauber Rocha em sessão especial

Câmara entrega Medalha Mérito Cultural Glauber Rocha em sessão especial

Câmara de Vitória da ConquistaVereadoresSessão SoleneNotícia

13/03/2020 13:57:00


Foi realizada na manhã desta sexta-feira, 13, na Câmara Municipal de Vitória da Conquista, uma sessão especial em homenagem ao Dia Municipal da Cultura, comemorado no dia 14 de março. A sessão, prevista no Regimento Interno da Casa, além de comemorar a data tem como objetivo entregar a Medalha Mérito Cultural Glauber Rocha a uma instituição e a uma personalidade que se destacam na promoção da cultura local.

O presidente do legislativo, Luciano Gomes (PL), abriu a sessão parabenizando todos os envolvidos na cultura local. “Nossa cidade é rica de cultura e temos que valorizar cada uma das pessoas envolvidas”, falou. Gomes lembrou que vem de uma família de cantadores de reis e se declarou orgulhoso por fazer parte dessa cultura.

O verdadeiro significado da cultura – O secretário de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Adriano Gama, iniciou seu pronunciamento afirmando que essa é uma data muito importante e especial para Vitória da Conquista. Adriano ressaltou que a cultura faz parte da vida de todos e têm como objetivo cuidar e preservar a história de um povo, e colocou a secretaria à disposição de toda a comunidade para movimentar a cultura da cidade e da região. Por fim, o secretário salientou que a cultura não se resume apenas em festas, mas também em reconhecer pessoas que defendam a arte. “Que esse momento não seja recluso apenas a esse dia, mas que seja honrado em todos os dias”, comentou.

Mapeamento Cultural - George Varanese Neri, coordenador de eventos da Secretaria Municipal de Cultura, relatou que o ano está sendo de muito trabalho. “O conselho deu ‘gás’ à secretaria porque agora a gente consegue mensurar o que precisamos fazer”. Ele disse ainda que está sedo reconstruído o Fundo Municipal de Cultura, instituído em 2016, e “aí vamos lançar editais de arte e cultura com 38 prêmios distribuídos entre a zona rural e a zona urbana. Isso vai nos possibilitar mapear essa riqueza cultural”. Por fim, destacou o mapeamento das casas históricas existentes na cidade para “preservar nossos casarios que têm sofrido destruições”.

Cidade privilegiada – O coordenador municipal de Cultura, Alecxandre Melchisedeck, apontou que a cidade é privilegiada no tocante aos agentes culturais que possui. “Vitória da Conquista é privilegiada, é um berço. Temos vários artistas, várias pessoas que já fizeram muito sucesso na cultura”, disse, destacando o cineasta Glauber Rocha e Jorge Melchisedeck. “A Cultura em Vitória da Conquista tem crescido, tem evoluído”, complementou.

De acordo com o coordenador, o Governo Municipal tem suas atenções voltadas também para a preservação de edifícios históricos. “Muitas casas estão aí desde que Conquista começou a ser colonizada e estão sendo destruídas. A gente não pode deixar que isso aconteça”, disse. “Nos governos passados vinham sendo esquecidos. O prefeito tem nos cobrado essa questão do tombamento das casas. Não deixar que casas históricas virem estacionamento”, completou.

A importância da data no calendário oficial da cidade – A presidente do Conselho Municipal de Cultura, Maris Stela Schiavo Novaes, declarou que tem muita alegria em representar a cultura de Vitória da Conquista naquele momento e saudou a Câmara de Vereadores por colocar o Dia Municipal da Cultura no calendário oficial da cidade. Mari Stela afirmou que tanto Glauber Rocha, quanto a Prof. Heleusa Câmara – através do ProLer – tiveram o compromisso de defender a cultura. A presidente do conselho também afirmou que a cultura do Brasil vive um momento muito delicado desde 2016, no governo Michel Temer e agora no governo de Jair Bolsonaro há uma perda muito grande de importância.

Conquista é celeiro cultural – O diretor da Faculdade Independente do Nordeste (FAINOR), Edgard Larry, representou o Programa Nacional de Incentivo à Leitura – Proler, Campus Vitória da Conquista, um dos homenageados pela Medalha Glauber Rocha. Ele destacou a tradição cultural conquistense, com registro de movimentos que datam do início do século XX.

Larry ressaltou demandas do segmento como necessidade de tombamento de prédios históricos e afirmou que está esperançoso com as falas das autoridades presentes na sessão. Segundo ele, é necessário firmar o compromisso com o desenvolvimento cultural do município, com a valorização da memória e dos artistas locais.  

Em sua fala, o educador destacou a importância do Proler, projeto implementado em 1995, no município, com a atuação da professora Heleusa Câmara, falecida em 2019. Para ele, Câmara “é um baluarte da nossa cultura, da nossa literatura e da educação conquistense”. Larry advertiu que o projeto precisa ser valorizado e divulgado, pois realiza um trabalho de excelência.

Honra de poder representar o terno de reis - Dona Fidelcina, mestre reiseira, homenageada do dia, agradeceu a Deus pela força e pela oportunidade de estar vivendo esse momento de homenagem. “Estar aqui com todos vocês é uma honra. Nunca imaginei passar por isso e hoje só tenho a agradecer a cada um”. Elogiou o trabalho de Maris Stella Schiavo que “olha por todos com o único objetivo de ver a beleza da cultura”. Finalizou dizendo que “deixo minha alegria e grandeza por estar aqui com vocês” e com uma breve apresentação de Santo Reis.

Homenageados

Ao final da sessão, a Medalha Mérito Cultural Glauber Rocha foi entregue ao coordenador geral do Programa Nacional de Incentivo à Leitura – Proler, o Prof. Doutor Edgard Larry, e à Dona Fidelcina Santos Souza, mestre reiseira do Povoado Pradoso.

 

PROLER/UESB
Dona Fidelcina Santos Souza, mestre reiseira do Povoado Pradoso

 



Rádio Web Câmara
Facebook
Calendário

Abril 2020
11

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30